• 2 de Setembro, 3383
    Blumenau SC

As diferenças e benefícios de cada tipo de tabela: Cadastrada, Webservice e Contingência

19 de outubro 2022 | Seja o primeiro a comentar.

Existem no mercado algumas opções de integração entre os transportadores e o sistema TMS Embarcador DATAFRETE, como integração webservice ou nativa e caso for inviável, ainda há outros métodos, como a utilização de tabelas cadastradas e de contingência.

Obviamente, cada método é recomendado para um perfil de cliente e necessidades específicas. Ou ainda, para tornar um projeto viável, manter os custos em um patamar baixo entre outras questões.

Mas, afinal qual é a diferença entre uma e outra? Quando se deve utilizar cada uma das opções? Acompanhe:

Tabela Cadastrada:

Classificamos como tabela de frete cadastrada ou, por vezes chamada de tabela offline aquelas cujo arquivo é feito upload para o sistema DATAFRETE, ou seja, é “cadastrada” diretamente na plataforma. E, quando é indicada?

  • O cliente possui política de compliance ou por rotina, auditoria dos “conhecimentos de transportes” e/ou das “faturas de frete”, pois as informações de preço e prazo da tabela cadastrada é 100% confiável e replica todas as condições e cláusulas da sua negociação com o transportador.
  • E-commerce com alto volume de vendas, pois é garantido que para cada requisição de cotação, haverá retorno das opções disponíveis. Isso devido às tabelas estarem cadastradas na própria plataforma, sem necessidade de buscar e processar as informações em sistema terceiro.

Por tudo isso, a tabela cadastrada garante assertividade das informações e acuracidade nos processos de auditoria, entre outros benefícios. A saber:

  • Precisão das informações de preço, praça e prazos;
  • Controle do valor do frete negociado;
  • Alta disponibilidade
  • Estabilidade;
  • Baixo tempo de resposta;

E existem riscos?

  • Irrelevantes ou mitigados.

Tabela Webservice:

Classificamos como “tabela de frete webservice” por vezes chamada de tabela gateway são aquelas que estão cadastradas e armazenadas unicamente no servidor do transportador e cada cotação realizada é via requisição informando os dados do pedido para o sistema do transportador. Nesse tipo de cotação, o tempo de resposta está ligado diretamente à estabilidade do servidor do transportador. Mesmo assim, possui algumas facilidades:

  •  Não necessita de atualizações manuais;
  • Cliente quer implantar a negociação com agilidade;
  • Em casos que o transportador em questão é de menor relevância na operação do cliente.

E quais são os benefícios desse método?

  • O tempo necessário para tornar disponível para uso esse tipo tabela de frete é curto, pois requer somente habilitação de tokens;
  • Baixo consumo orçamentário e necessidade de pessoas para manutenção e atualização da tabela.

E existem riscos? Aqui mora o perigo. Entenda o porquê:

  • Não há garantia ou precisão das informações de preço, praça e prazos;
  • Não há garantia de estabilidade;
  • Não há garantia de disponibilidade;
  • Não há garantia de tempo de resposta, pois tudo depende da capacidade e disponibilidade do servidor do transportador;
  • Não há controle do valor do frete negociado;

Nesse método de tabela, há algumas consequências que gostamos de alertar aos clientes, especialmente se for utilizar essas tabelas no e-commerce, pois como a tabela está armazenada no servidor do transportador e o processamento da cotação também se faz lá, qualquer problema que houver nele, tornará essa tabela indisponível, podendo gerar elevados índices de:

  • Abandono de carrinho;
  • Custo de aquisição de clientes;
  • Insatisfação do visitante;
  • Ausência do preço de frete na cotação;
  • Não aplicação de campanhas de frete;
  • Tudo isso somado, faz cair drasticamente suas taxas de conversão e faturamento.

Tabela de Contingência:

Tecnicamente é uma tabela cadastrada de preços e prazos, com algumas ressalvas sendo, normalmente, generalista. O objetivo é ser utilizado em casos extremos e somente como um estepe.

E para quem indicamos?

  • Àqueles que utilizam em maior proporção ao total de tabelas, as de webservice, como forma de garantir o funcionamento do cálculo de frete, evitando ficar sem retorno do preço de frete quando o consumidor cotar.

E quais são os benefícios desse método?

  • Retorna o cálculo de frete em tempo hábil ao consumidor, independente do servidor do transportador;
  • Possibilidade de informar preço e prazo para regiões que sua tabela padrão não atende;
  • Evita perdas por abandono de carrinho;
  • Controla o preço de frete orçado ao consumidor proporcionalmente ao realizado pelo transportador.

E existem riscos? Entenda melhor:

  • Essa tabela já entra em ação quando acontecem problemas de comunicação com o sistema do transportador, funcionando como um estepe.
  • Por ser generalista e construída de acordo com a orientação do cliente, pode haver diferença  entre o preço do frete informado ao consumidor na cotação e o aplicado pelo transportador.

Para cada cliente e modelo de negócios, há recomendações que atendem melhor sua operação e objetivos. Se ficou interessado em conhecer melhor essas aplicações e como o DATAFRETE proporciona uma gestão eficiente em sua empresa, venha conversar conosco.

Te esperamos, aqui.

Sobre nós

Com mais de 500 marcas clientes e localizada em Blumenau – SC, polo tecnológico, o DATAFRETE desenvolve soluções para gestão de frete embarcador.

Nossas soluções possibilitam que as empresas otimizem seus processos logísticos de transporte, como atualização dos status de entrega, construção e aplicação de campanhas de fretes entre outras diversas funcionalidades, gerando uma redução considerável nas despesas com frete.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x