• 2 de Setembro, 3383
    Blumenau SC

Como o TMS contribui para o processo de seleção e contratação de transportadoras

16 de janeiro 2023 | Seja o primeiro a comentar.

Por ser uma ferramenta completa de gestão, o sistema TMS oferece recursos que são aplicados em toda a cadeia de transporte. Acompanhe como a tecnologia do TMS auxilia os embarcadores no seu processo de análise, seleção e contratação de transportadoras.

Cotação de frete: esta é uma funcionalidade em que o embarcador apresenta sua demanda ao mercado, e as transportadoras retornam com a oferta de transporte para atender sua carga. No sistema, é possível selecionar um documento (pedido ou nota fiscal, por exemplo), ou preencher os dados manualmente, e selecionar quais transportadores irão participar da cotação. Durante o processo, embarcador e transportadoras realizam a negociação ao informar valores (propostas e contrapropostas) e condições como prazo de coleta e de entrega, tudo de forma dinâmica e em tempo real.

A cotação de frete através do TMS possibilita buscar novas opções de transporte a partir de uma necessidade real da empresa. Por meio da cotação, o contratante encontra potenciais parceiros alinhados ao seu perfil de negócio, e dá início à análise para entrada do novo transportador em sua operação logística.

Simulador de frete: o simulador de cálculo se aplica quando a empresa já possui as negociações cadastradas no sistema e deseja conhecer quais são as melhores propostas com relação ao preço do frete e/ou prazo de entrega das transportadoras que estão sendo submetidas à simulação.

Com base em dados inseridos corretamente no TMS (tarifário, taxas adicionais, lista de cidade e seus respectivos prazos) o embarcador consegue simular e obter rapidamente o valor e o prazo de atendimento exatos praticados por cada transportador nos cenários simulados. 

Através da simulação de frete, que pode ser feita a partir de embarques já realizados ou não, a análise é feita de maneira precisa, abrangendo o cálculo por componente e evidenciando taxas atreladas à determinada região e/ou destinatário, o que pode fazer a diferença no valor final da proposta e, portanto, interferir na tomada de decisão do gestor.

Gestão de desempenho: a gestão de desempenho no TMS conta com uma série de recursos que permitem ao gestor medir os resultados da área de transporte e de seus parceiros logísticos. O sistema conta com relatórios, indicadores e dashboads que apresentam dados para análise de custo de frete, prazo de entrega e auditoria de operações.

O embarcador tem autonomia para configurar metas de desempenho importantes, tais como % de frete sobre nota e eficiência de entrega, e os filtros possibilitam visualizar esses indicadores de acordo com a região, por transportadora e também a visão geral de sua operação.

Como vimos, o sistema TMS é uma solução que se faz presente nas diferentes fases do processo de contratação e homologação de transportadoras: no início, através da captação de propostas (cotação de frete), durante a análise de valores e condições de atendimento (simulação de frete) e na conclusão, com o gerenciamento de resultados (gestão de desempenho). Além disso, o TMS dispõe de vários outros módulos que permitem a gestão integrada da logística de transporte do embarcador.

Por fim, ainda cabe uma última dica: tenha sempre mais de uma opção de transporte para cada área de atendimento. Ter pelo menos dois parceiros operando em cada região evitará que em determinado momento sua carga deixe de ser transportada, causando transtornos e prejuízos tanto para a empresa quanto para seus clientes.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x